quarta-feira, novembro 01, 2006

 

Eutanásia.

António Pedro 28 anos, saudável, bonito, simpático, desejado por muitos raparigas, ia na sua mota a 180 Klm hora a desfrutar do que mais lhe dava prazer, a velocidade, uma má opção de manobra atira-o para o chão e posteriormente para uma cama/cadeira de rodas o resto da vida, António ficou paraplégico, fala, respira , mexe boca e olhos a mãe largou o emprego para poder cuidar do filho, António quer morrer diz que para além de fazer sofrer está a sofrer deseja todos os dias a sua morte mas diz que ficou tão desgraçado que ate para morrer precisa de ajuda e ninguém o ajuda.António têm feridas pelo corpo devido ao ter que estar sempre na mesma posição, essas feridas deitam um cheiro nauseabundo António quer morrer e não o deixam, António ficou tão dependente que até para morrer e acabar com o seu sofrimento precisa de ajuda, António quer morrer e não o deixam.



.............



Luís Nobre 54 anos, depois de uma visita ao médico por causa de um sinal que lhe apareceu na face, Luís iniciou um ciclo de analises e exames para se tentar saber de que se tratava esse sinal, as piores noticias chegaram passado pouco tempo Luís ficou a saber que tinha um Espinocelular “ Cancro da Pele “ deu-se inicio a muitos e muitos tratamentos dolorosos quer física quer psicologicamente, Luís sempre disse a quem o tratava, “faço tudo para ficar bom e vou cumprir com todas as prescrições, mas quando chegar a altura em que sentir que não vale a pena tentar mais, também quero que respeitem o meu desejo.”
Passado dois anos de muito sofrimento Luís está assim “ ver foto abaixo” perdeu a audição e visão do lado direito devido aos tratamentos perdeu 30 kilos,está fraco e débil Luís sabe e todos sabem que será sempre a piorar e a sofrer cada vez mais , tal como tinha dito Luís acha que chegou a hora, que não vale a pena tentar mais, Luís não tem coragem de por termo á sua vida, mas quer que ela acabe, não quer viver mais, não quer sofrer mais, no fundo todos sabem que Luís no máximo tem mais um ano de vida, um ano que ninguém que o trata quer viver sequer um dia, mas uma Lei diz que Luís não pode morrer, Luís tem que sofrer até morrer.



.............

Luísa Maria, Viúva, 76 anos, uma vida de trabalho árduo e duro, criou com muita dificuldade 5 filhos viu nascer 8 netos e um bisneto, há 3 anos um AVC “ Trombose” deixou Luísa numa cama em estado vegetativo, não ouve, não fala, não vê, não sente, apenas respira e é alimentada por um tubo que lhe entra no nariz e vai directo para o estômago, devido as complicações do seu estado foi amputada de uma perna, a ferida não sara, Luísa está a ser comida por bichos.
Ninguém a ama mais que os seus 5 filhos, amam tanto Luísa que não querem ver a sua mãe sofrer mais, acabar assim o resto da sua vida, quem sabe dai a uns dias sem a outra perna, os filhos de Luísa que tanto a amam querem a Paz da sua mãe, todos os cinco filhos pedem para que terminem o sofrimento de Luísa, mas uma Lei não deixa, Luísa tem que sofer, até morrer………..

Se morremos quando não queremos, Porquê não morrer quando queremos?


Comments:
Boa pergunta... Estas imagens... fogo... Porque que por vezes a vida é tao cruel??? Porque que DEus nao leva para junto dele aqueles que sofrem???

bj
 
Amigo alentejano,mais um assunto muito sério ,que mais uma vez mostra a hipócrisia da nossa sociedade:PRESTITUIÇÃO,ABORTO,e neste caso EUTANÁSIA,são três problemas que a nossa sociedade continua a não querer olhar de frente.Penso que por de tráz destas ultimas duas está a hipocrita igreja que contribui com uma fisolofia que não corresponde em nada á realidade .

Mais uma vez um bom tema,vindo de um alentejano!

Custodio
 
um beijo grande a todos os enfermeiros e medicos deste pais ...fdsssss
 
A realidade é mesmo cruel e parece que quem devia, não a quer encarar de frente!
Muitos parabéns por este post.A realidade dói mas tem de ser vista por todos!!
Boa noite
 
Para que sofrer mais, quando já não existe solução possivel ?

Para quando solução a este tipo de problemas, ou sera que vamos continuar a viver como estamos...com hipocrisia.

Mais um grande post meu amigo

um beijinho
 
Que sofrimento atroz!
Que fotos chocantes!
Que hipocrisia cruel!
Amigo Alentejano és um Homem de coragem.
Que podemos fazer, nós aqui protegidos atrás dos ecrans dos nossos computadores? É esta a pergunta que deixo no ar
Acho que é preciso agir
 
Olá...
Passei por aqui e aproveitei para "roubar" este teu texto para o meu blog, no sentido de alargar um pouco mais esta discussão que acho fundamental para a nossa vivência actual...
Tenos mesmo de abrir os olhos e deixar de enterrar a cabeça na areia...
Um abraço, a gente vê-se por aí...
 
Bolas, que imagens tão impressionantes...

Há casos e casos, eu acho que em casos destes as pessoas deveriam poder escolher...
 
hummm era bom podermos ser nos a escolher a nossa hora.Bjs
 
De onde é copiaste isso?
 
Mais um post à alentejano...eheheh
E a tua ultima frase diz tudo...
Beijinho
 
Pois eu cá sou a favor da eutanásia. As pessoas têm o direito de não querer sofrer mais e de não querer causar sofrimento aos seus.

Há um tempo para viver e um tempo para morrer e convém que num e no outro exista dignidade.

Beijocas
 
Por isso ontem não te deixavam colocar fotos, pudera. já viste bem o tipo de fotos que aqui puseste???? Até me arrepiei.

E tens razão, deviamos poder escolher.

Bjs
 
boa pergunta.
 
Todos concordam com a eutanásia, partindo do pressuposto de que a mesma nunca será aplicada a nós.

É como as medidas impopulares para endireitar o país, todos concordam que é necessário tomar medidas, desde que as mesmas não nos afectem a nós.

Há muita hipocrisia na discussão destes temas!
 
eu sou a favor da eutanásia.... mas por causa daquela treta do copo de água, o melhor é tar caladinha :oP

BJss
 
eutanásia sim ou não???

a tendência, principalmente depois de ver as tuas fotos, é sem dúvida sim!!!

mas nada é tão fácil... e falo por experiência, custa ver alguém sofrer, mas a esperança "é a última a morrer"!

sim, eu sei que é um grande egoismo!!!
mas enquanto cá estiver podemos sentir-nos úteis...

enfim é um assunto daqueles...

parabéns pelo post!!! é brutal!!!
 
Estou de acordo...afinal, a vida é de quem ? ah ??



has-de ir ver as cheias, no meu blog

bjs
 
Defendo que quem tem capacidade de pensamento deve decidir de si... beijo amigo alentejano, é por estas e outras que gosto de ti...
 
As fotos são chocantes... as tuas palavras dizem tudo!
Se chegar a minha vez, quero escolher!
Bjs
 
passei p desejar bom fds, compadre
 
Ainda não percebi muito bem o que pretendes com o teu blog!... A falta de coerencia nos temas, a falta de um fio condutor... não existe homogeneidade nas temáticas, misturas assuntos sérios com os mais comesinhos, por exemplo:
Hà uns tempos atrás "postaste" um roteiro da noite lisboeta! Hoje apresentas uma série de fotos que, na minha perspectiva são desnecessárias para abordagem de tema tão sério!
Desculpa o desabafo mas fiquei de facto impressionado com a merda das fotos!
Não volto mais a este blog!
PS:
Deixa-me corrigir uma imprecisão!
Alguém que tenha ficado imobilizado do pescoço para baixo é um tetraplégico.
 
Caro Alentejano, Desta vez estamos de acordo!!!!
A vida deveria pertencer a cada um de nós... e a morte também!!!!
Tanta liberdade... e o fim não o podemos escolher... Ainda!!!!!
Mas isto muda!!!! Devagar mas muda!!!!
 
Este Anónimo é que é coerente.Dá-te os parabens pelo post,dá beijos aos Médicos e Enfermeiros,acha que copiás-te isto e diz que não te compreende,por isso nunca mais cá vem! Deves ter que fechar a loja!
 
Copiado ou não, o Alentejano "mexe" com as vossas cabecinhas, Outro Alentejano.
E quando ele "fechar a loja" , tu perdes a oportunidade de seres chato com ele.

Sobre o post, já comentei.

Bem...so vim te dizer que o Vitor Proença engasgou-se um pouco no discurso de "coitadinho" na tv...lol

Bom fim de semana ***
 
"A morte é uma libertação porque morrer é não precisar de outrem"

O Livro do Desassossego, Bernardo Soares
 
De: anónimo para anónimo assim se fala no mesmo nível para quem quer “criticar”, um direito de todos, mas sem nome mostra o elevado grau de cobardia e ignorância pois quem não conhece o “funcionamento” de Blogs, os temas são de responsabilidade de quem os faz e a forma de ligação diz respeito aos próprios, de tantos blogs existentes não existe uma linha de orientação pois acabavam por ser todos iguais e com o mesmo conteúdo, sem imaginação e criatividade própria. Cada um decide como e o que vai transmitir num “Post” . Obvio que só pode ser uma pessoa sem iniciativa pois caso contrario já tinha criado o seu próprio blog e assim poderia decidir como e o que fazer para comunicar, sim é uma forma de comunicação e caro anónimo cada um comunica como quer e ninguém é obrigado a ler, tal como nos outros meios de comunicação existe um botãozinho democrático só vê e lê quem quer…E não é em defesa deste mas de todos os Blogs que existem…de gente boçal está o mundo cheio…
 
Nisto estou completamente de acordo contigo. Cada um faz da sua vida o que bem entender.
Apesar de ser um assunto (também este) bastante delicado, acredito piamente que por vezes, como nestes casos a morte é a solução mais humana.
De que servem as leis que os nosos ministros criam? O que é a lei? Nestes casos, (como em outros idênticos) esta lei apenas serve para desgastar mais a vida humana, tanto da pessoa, como de quem convive diariamente com ela. Concordo com nosso direito de escolha. Cada um tem o direito de escolher se quer viver ou morrer. É isso a liberdade. Porque afinal não somos livres, fala-se de liberdade, de vontade, de individualidade, mas quando chegamos a certos casos, onde está essa liberdade que tanto se apregoa.
Acho que nenhum de nós aqui, quereria "viver" neste tormento, pois para mim, viver não é isto.
Todos temos direito ´´a vida, mas todos temos também direito á morte, e como dizes e muito bem
"Se morremos quando não queremos, Porquê não morrer quando queremos? "
 
Hipocrisia da vida meu amigo.
Basta olhar as fotos e ficar impressionádo com a matéria.
Eutanásia uma dificil decisão que neste casos seria , talvez , um bem para quem a pede.
Dificil fazer comentários numa situação conforme nos mostra as imagens (fotos).touaqui
 
"Srs. jueces, negar la propiedad privada de nuestro propio ser es la más grande las mentiras culturales. Para una cultura que sacraliza la propiedad privada de las cosas -entre ellas la tierra y el agua- es una aberración negar la propiedad más privada de todas, nuestra Patria y Reino personal. Nuestro cuerpo, vida y conciencia. -Nuestro Universo-".

"Srs Jueces, Autoridades Políticas y Religiosas:

No es que mi conciencia se halle atrapada en la deformidad de mi cuerpo atrofiado e insensible, sino en la deformidad, atrofia e insensibilidad de vuestras conciencias."

Ramón Sampedro
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?