terça-feira, setembro 26, 2006

 

Liberalização do Aborto, Sim ou Não.

Em 2007 vamos ter o segundo referendo para liberalizar o aborto ( segunda vez, realmente só mesmo em Portugal )

Votei a favor e irei votar.

Mas também sei, se o aborto já fosse liberalizado em 1970, possivelmente muitos de nós não estaríamos aqui, ou seríamos filhos únicos ou até nem teríamos meio irmãos que ainda hoje desconhecemos, mas adiante…..

Se tiveres o azar de bater com o carro que fazes?
Vais a oficina mandar por como estava.

Porque raio se eu tiver um acidente tenho que andar com o carro amolgado?

Ninguém faz um aborto de ânimo leve, para quê ainda fazer a mulher passar por criminosa?

E não me venham com essa do Sexo é só para procriar, porque ninguém procria pela boca nem pelo cú e no entanto ………

Comments:
Votei pela liberalização da primeira vez. Vou manter a posição.
Concordo contigo em pleno, até no que diz respeito à analogia com o carro amolgado.
Mas....
O problema é que isto é uma terra de cínicos e falsos. Aqueles senhores que são mais do que contra a despenalização do aborto, são aqueles que mandam as suas concubinas às clinicas espanholas, sem que se saiba de nada.
 
Alentejano, em consciência votei pela despenalização do aborto, voltarei a votar tantas vezes quantas sejam necessárias até se entender que:
a) Nem todas as mulheres querem ser mães;
b) Nem sempre tudo corre como planeado;
c) aborto mal efectuado é sinónimo de infecções, esterilidade e até de morte.
Gostava que este tema deixasse de ser tratado como um tema light da nossa sociedade. Não o é, é transversal a todas as condições sociais e faixas etárias e devia ser tratado com todo o respeito.

Um beijinho
 
Não votei da primeira vez porque não tinha idade. Votarei SIM, claro.No entanto, acredito que isto vai td ficar na mesma.
 
Tenho que te dar os parabens!!
Este é um dos teus melhores posts...
Parabens!!!
Eu n votei na altura..mas vou votar agora...e a favor!!
Parabens.beijinho
 
não poderia estar mais de acordo!!
já basta de crianças mal amadas, e mal tratadas, e a passar fome!se a mae acha que deve abortar que o faça livremente!
cm tu dizes é realmente uma dor fazer um aborto, deve custar horrores e por outro lado, quem quer fazer um aborto, fá-lo na mesma- ou numa parteira sem condições nenhumas ou vai a espanha.

gd tema
um bj
diverte-te
vans
 
Votarei sempre pela despenalização,embora pense que o aborto não é um método de contracepção. Os filhos tem de ser desejados, não podem ser acidentes, são demasiado importantes. É também um assunto de saúde pública, muitas mulheres morrem por abortos mal feitos. Chega de hipocrisia.
Beijos amigo Alentejano
 
Tantos meios que existe para evitar os "indesejados" filhos.
Mas enfim .......... tb voto a favor da despenalização do aborto.
Mas fazendo de um ditado popular minhas palavras: "Quem não é capaz de parir não fode."
 
é lá... o moço inspirou-se!!!!

a fotografia está brutal! em relação ao assunto pouco mais há a dizer.

Quem será mais "assassino", uma mulher que em consciência decide fazer um aborto, ou uma que mata o filho com maus tratos, de fome, de desleixo????
O que é preferível? ver crianças abandonadas, a pedir pelas ruas (para satisfazer os vicios dessa mãe)... ou simplesmente não existirem essas criança, que acabam por crescer sem o ser???
 
Eu sou a favor também...
 
Votei pela despenalização na primeira vez e desta não vai ser diferente... Se bem que isto é daquele tipo de assuntos que daria pano para mangas...

Beijinho
 
Votei pela despenalização.
Já sofri um aborto espontaneo e sei o que custa. Como julgo saber que ninguém aborta de ânimo leve.
 
Bem a fotografia deu-me cá uns arrepios......!!!!

Eu nao votei da primeira vez. Estava em casa com a perna engessada, depois de um brutal acidente.

Estas coisas são complicadas de se decidir de animo leve: se existem tantos meios para nao engravidar teremos que recorrer ao aborto? Por outro lado, não somos nós donos e senhores do nosso corpo?

Este tema é como o da eutanásia, a doação de orgãos. Não é facil, é muito intimo e pessoal. Não recrimino nem uns (os do NAO) nem outros (os do SIM).

Bom tema mas de discussão dificil!
 
Tou contigo, mas não tenhas ilusões vai ficar tudo como antes.
 
lolololol, esse ultima frase partiu-me a rir.

Realmente era melhor liberalizar do que as mulheres fazerem os abortos na mesma a correrem riscos...
 
bem...vou lançar achas para a fogueira... quero lá saber das criticas que vou ouvir e que já ouvi: eu votei não e digo porque. Em primeiro lugar deixe-me que ue diga: sou ateia, logo a igreja não teve qualquer impacto na minha decisão.

Poderia estar aqui horas a dar os meus argumentos, mas deixarei só alguns:

- Porque não investir num planeamento familiar?
- É mais fácil facilitar as coisas, é certo que estamos a falar de por uma vida no mundo, mas se não existissem meio de contracepção… e não me venham falar em acidentes, falem antes em descuido…pq este sim é comum !
Tenho dois casos que influenciaram em muito a minha decisão, duas pessoas conhecidas:
-Mulher, 20 e tal anos: namorando há 6 anos, conhecedora de todos os meios de contracepção… parou de tomar a pílula… como ELE não gosta do preservativo… arriscaram, foram só umas 2 ou 3 vezes… o aborto foi a solução
- Mulher, perto dos 30: bem informada, esclarecida…usava o método do tira-tira…já fez 3 abortos…diz ser alérgica a pílulas e o namorado não se adapta a outros métodos

Além do que se já há tantas mulheres a usar a pílula do dia seguinte como método diário de contracpeção…porque não vão passar então a faze-lo com o aborto.
Concordo comas condições actuais de liberalização, podendo ser acrescentada casos onde a mulher prove não ter condições financeiras para cuidar dos seus filhos e casos onde a mulher é psicologicamente inapta para ser mãe…
 
Eu votei e vou votar a favor da liberalização do aborto...

A lei como está só serve aqueles que são contra, o que me parece errado. Com a liberalização do aborto fala mais alto a consciência de cada um. E tb sou da opinião de que não se vai fazer do aborto um método contraceptivo.

(a foto deixou-me com muito pouca vontade de ser mamã! Uma coisa é certa, se alguma vez passar por uma situação daquelas com certeza não vou deixar o pai assistir ao parto... Não vou correr o risco dele ficar com tal imagem gravada na memória! Sabe-se lá quais serão as consequências de tal visão. Lei seca, talvez...lol)
 
Eu também sou a favor, claro que depois não será para fazer um aborto como se toma a pílula do dia seguinte, mas nas devidas condiçoes sou a favor!
 
Sou a favor !

Porque tenho o direito de poder escolher.


um beijinho
 
è a primeira vez que venho ao blog...
Quero agradecer pelo comentario que deixou no meu blog...
Gostei muito e vou aceitar a sua recomendação...
Bjinhos
 
Amigo alentejano,mais uma vez temos um tema polémico e destes é que eu gosto.
Sou a favor do aborto, porque acho que já chega de hipócrisia desta sociedade,assim da menos hipócrita igreja que arrasta as suas ovelhas para ideias pré-concebidas.


custódio V.N.Caparica
 
Faço minhas as tuas palvras...
Um beijo
 
Obrigada pela ajuda no meu blog!

Eu no 1º Referendo tambem votei a favor. O que me foi perguntado em referendo era se eu achava que se devia despenalizar! Na altura achei e hoje continuo a achar que sim. Quem os faz não deve ser penalizado.
O que não quer dizer que ache que se devam fazer de qualquer maneira! Uma decisão destas tem de ser pensada, analisada e decida em consciência, não pode ser banalizada por um SIM!

Beijocas grandes
 
Penso que ninguém engravida com o intuito de abortar. No entanto, na sociedade competitiva em que vivemos, cheia de desigualdades, as mulheres devem ter opção de escolha.

Bj**
 
Estavas tão bem até à última frase :))))

Mas também votarei a favor... poque o corpo é meu e só eu poderei decidir o que faço com ele! Esta lei é de homens e feita para homens. Se os homens parissem, decerto não existiria esta lei.
 
Vou votar sim pela segunda vez. E subscrevo as tuas palavras.
Um beijo
 
Tanta gente a vota sim, mas depois o não é que ganha. Não dá para perceber! Em todo o caso, tb assino por baixo.
 
Votarei sim novamente quando chegar o dia... o que não quer dizer que concorde com o aborto em qualquer circunstância. Existem muitas mulheres como as que a Tatiana Valentina refere a fazer abortos porque e essas eu não consigo entender. No entanto, como acho que não deve pagar o "justo" pelo "pecador", voto sim.
 
XIÇA...nao consigo parar de ouvir esta música...e acho que não combina com o post
 
sou a favor com algumas condicionantes, tais como fruto de violaçao, deficiencias ou perigo de vida da mae
 
Esta imagem é, de facto, chocante. E, sim, sou a favor do aborto e também votei SIM. Faz-me confusão os que não aceitam a ideia por motivos "religiosos" e faz-me ainda mais confusão os que não têm a capacidade de distinguir a contracepção da concepção imprevista. Dizer "eu sou contra a pílula e, logo, contra o aborto" ou "tivesses tomado a pílula que já sabes muito bem o que é" é a maior estupidez, falta de bom senso e insensatez que possa existir.
 
Pois pela 1ª vez não estou de acordo contigo, mas por isso é que somos todos diferentes lol...Votei contra e vou faze-lo novamente acho que o aborto só deve acontecer em casos excepcionais e não cada vez que nos apetece, falo isto porque conheco casos identicos ao que te estou a dizer, vivo num bairro mais ou menos problemático, e conheco "n" historias deste genero, no entanto como já disse acho que se devem abrir excepções, tais como violação, deficiência no fecto, entre outras...não estamos propriamente a falar de cadeiras nem mesas, nem qualquer ouro objecto que possamos encontrar no nosso dia-a-dia, mas sim de um ser como nós, que tem tanto direito á vida como tu e como eu, portanto acho que temos é que ser mais conscientes naquilo que fazemos, existem imensos metedos contaceptivos, acho que não á necessidade alguma de se ter uma criança indesejada...(desculpa).Bjinhos
 
SIM! SIM! SIM!
Qantas vezes é preciso gritar...
Bjs
 
Cada uma é como cada qual e cada uma faz o que a sua cabeça lhe manda, claro que , o aborto em si tem muito que se diga e não venham para ai com tanto palavreádo que já estou como muitos dizem se o aborto fosse aprovádo á que anos o país estava reduzido a metade, mas tudo bem aprove quem quizer quem não quizer que faça nada.
Tambem digo que para vir crianças ao mundo e serem trat´das da maneira que é costume saber-se pela imprensa então é melhor tratar da situação do aborto.
Mas porra quem não os quer que não os faça a não ser haja violencia sexual.touaqui
 
Da ultima vez ainda não podia votar!!! Mas agora que posso também vou votar sim!!!
Cada um sabe de si e NINGUÉM pode obrigar uma mulher a mudar radicalmente o rumo da sua vida porque engravidou acidentalmente!!! É que a dela muda mesmo a do pai já não é bem assim!!!
 
PS - Crime é abandonar crianças em instituições que não têm capacidade nem condições para cuidar delas!
Crime é abandonar um bebé num caixote do lixo ou numa zona mais isolada até que ele acabe por morrer porque não é encontrado a tempo!!!
 
Concordo contigo inteiramente, nenhuma mulher o faz de ânimo leve, então para que faze-la sofrer mais ainda!A favor , claro!
beijos
 
Parabéns pelo blog! Não conhecia, mas prometo voltar!

Beijinhos.
 
sim, sim, sim, sim, sim, sim, sim, sim, sim!!!
o aborto clandestino e as penas de prisão daí decorrentes ofendem a dignidade de todas as mulheres independentemente de alguma vez terem ou não de realizar uma interrupção voluntária da gravidez, já que não lhes é reconhecida a capacidade de tomar decisões responsáveis e de acordo com a sua consciência. o argumento de que poderá haver mulheres que utilizem o aborto como método contraceptivo para mim não é válido, também há muitos pais por aí que negligenciam e maltratam os filhos e não é por isso que incorrem em penas de prisão
 
tb votei a favor...

mas (felizmente) a foto não tem nada a ver vcom isso! foi de propósito!!?
 
SIM à despenalização do aborto.

Os políticos em vez de estarem preocupados se é correcto ou não? se é culpada ou não?... Se preocupassem em investir na PREVENÇÃO, no PLANEAMENTO FAMILIAR...

À dias assisti no Centro de Saúde da minha terra, a uma cena triste.

Uma jovenzinha, com ar franzino e débil... E outros adjectivos mais que até tenho dificuldades em qualificar.

GRÁVIDA!!!

Quando lhe perguntaram o nome do pai da criança só sabia o primeiro nome. Vivia com ele e não sabia mais nada!!!...

H.....
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?