sábado, setembro 30, 2006

 

Blogdoalentejano- Memória

Foi assim dia 25-01-2006

Momento Intímo...
Vou partilhar com vocês algo que nunca mais esquecerei....



A MINHA PRIMEIRA VEZ....


O céu estava claro,
A lua quase dourada,
Ali no campo eu e ela,
E não se via mais nada.

A pele suave,
Ela de quatro,
As ancas expostas,
Os quadris largos,
E eu tocando de leve,
O macio de suas costas.

Não sabendo começar,
Olhei o corpo esguio.
E decidi pôr as mãos,
Sobre seus peitos macios.

Eu sentia medo.
Meu coração forte batia,
Enquanto ela bem lentamente,
As firmes pernas abria.

Vitória! Eu consegui!
Tudo então melhorou.
Pelo menos desta vez,
O líquido branco jorrou.

Finalmente tudo acabou,
E quase saio de maca.
Foi assim à primeira vez
Que eu tirei leite da vaca.

Comments:
MAN!
lolada geral!
desta vez é que me enganaste..axei msm outra coisa...

*****
vans
 
Ja conhecia, mas nunca é demais relembrar estes poemas engraçados :).
Um abraço, bom fim de semana
 
Ó meu grande malandro, esta foi para o pessoal se descontrair da polémica sobre o aborto?
Acredita que teve grassa,mas olha que as tetas das vacas não são assim tão macias!

Custódio V.N.Caparica
 
Lindo poema, comoveu-me !!

bjs***
 
As Cuscas estão a falar de ti :)

Vai ver !! :p
 
Muito bem! Gostos desta tua veia rural...

Beijocas
 
Adoro esta musica, alentejaninho!!! Linda linda linda, que coisas maravilhosas quen ela me faz lembrar... ai ai ai
Tu és um verdadeiro romântico ;)

Lembro-me muito bem deste post, oh se lembro... O que eu ri e hoje voltei novamente a rir ao lê-lo.

Como está a correr esse Fim-de-semana?! Espero que esteja a correu maravilhosamente bem, assim como o meu também esta a ser muuuiiiitooooooooo bom!

Beijinhus da Loira Atribulada ;)
Chuackkk *****
 
E nunca mais tiraste leite da vaca ?

:)

jinhos muito grandes
 
lol lol lol... as pessoas estavam á espera de outra coisa... lol..
mt giro o post!! jinho
 
Já me dinham declamado esse poema;)
 
Eu também não sei o que aconteceu!!!
Será que foi feitiço???
Adoro a musica, faz-me lembrar algo que eu não pretendo esquecer.

Beijinhos e bom domingo.
 
Grande vaca, digo eu! Para te aturar só podia ser uma grande vaca. hehehheeeh

Estou a "marrar" ctg.

Bjs
 
-Como é domingo, hoje não argumento, vim só mesmo cuscar...:P
Bom domingo...
 
Ola! Primeira visita ao teu blog.
Muito sinceramente,já ouvi algo igual ou muito semelhante...
Uma boa semana para ti.

Beijo.
 
Ehehhe gosto destas tuas "memorias".
Beijinho
 
Eheheheh...

Gosto da musica... :P

Beijinhos
 
Pobre vaca!!!! desideratos libidianos das tetas.
óHHHHHHhhhhh. Alentejo das cigarras...que saudades dos barros de Beja!!!
Abraço
Paulo
 
Concordo, esta foi uma verdadeira partilha de um momento tão intenso e intimo...Estas coisas dos feitiços não acontecem por acaso e nem muitas vezes por isso não deviam de acabar… nunca, tenho a certeza que ela também nunca mais esqueceu provavelmente com a emoção os peitos devem ter secado…:) tadinha menos leite no mercado… bjs
 
E tu ainda partilhas estes momentos conosco... lindo :)
 
:oD

mas tenho de confessar que fiz batota! comecei pelo fim! eh!eh!
... é que já tava a ver que dava em algo pecuário, no mínimo :oD

Bjss
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?